banco de alimentos

people.jpg

Como o Jabor mesmo disse e eu repito aqui, não é a natureza que precisa ser salva, somos nós. Não foi só o clima da Terra que mudou, não é só ela que adoece…

Gente passando fome, vivendo no lixo, ficando doente, sozinha… e eu fico me perguntando se existe uma solução para isso. Na praça ao lado da minha casa, a quantidade apenas cresce e me incomoda como eles se tornam familiares à mim a medida que os dias passam. Como se torna natural a presença dessas pessoas vivendo na rua, como se fosse normal…

Pois se não podemos mudar o mundo sozinho, temos que unir forças. E uma das organizações bacanas que conheci é a Banco de Alimentos, cujo principal objetivo é minimizar os efeitos da fome combatendo o desperdício de comida.

Além de “dar o peixe”, eles também “ensinam a pescar”, dando informação e orientação a quem precisa, através de ações educativas como palestras, workshops, etc, eles ensinam as diversas instituições que recebem as doações de alimentos a aproveitá-los integralmente, evitando sobras e elaborando cardápios específicos.

No dia 19 de março, vai rolar um evento beneficente pra ajudar a ONG a comprar um novo veículo. Quem puder, contribua, ajude… pois como eu ouvi hoje e não consigo esquecer: “Não há felicidade se não for compartilhada…”

Anúncios

1 Comentário

Filed under soluções

One response to “banco de alimentos

  1. Se eu podesse acabava com a fome no mundo, esse negoço de todo mundo passa fome não presta! Adorei o blog, bye!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s